Jornal da Ordem
Rádio OABRS
Twitter
Facebook
Istagram
Flickr
YouTube
RSS

13.10.20

Saúde Mental | Onde estamos e para onde vamos

Felipe Ornell


A Covid-19 afetou drasticamente a vida e o cotidiano das pessoas em todo o mundo. Luto, isolamento, perda de renda, medo e a necessidade de reorganização da vida diária geraram uma pandemia paralela que afetou a saúde mental da população (CLIQUE AQUI e leia o artigo na íntegra). Isso pode ser particularmente preocupante para advogados, sobretudo autônomos, que já haviam passado pela greve do Judiciário de 2019, e pelos recessos de final de ano e carnaval — que atrasaram a tramitação de processos, e consequentemente o recebimento dos proventos, gerando desgaste emocional.

Estudos recentes revelaram que, em diversos locais, ocorreu um aumento ou agravamento dos casos de depressão, ansiedade, uso se substâncias, TOC, violência doméstica, suicídio, entre outras condições psiquiátricas, durante a pandemia. Agora, a Organização Mundial da Saúde (OMS) forneceu os primeiros dados globais que mostram o impacto devastador da Covid-19 no acesso aos serviços de saúde mental. A partir de um relatório publicado no dia 5 de outubro, e que contemplou 130 países, a OMS concluiu que, enquanto a demanda por saúde mental aumentou drasticamente, os serviços essenciais de saúde mental foram interrompidos em 93% dos países em todo o mundo durante a pandemia. Assim, a organização ressalta a urgência do aumento de investimento em saúde mental.

O subfinanciamento crônico para a saúde mental já foi denunciado previamente. Ainda em 2018, um estudo publicado pela revista médica britânica The Lancet sinalizou que o mundo vivia uma crise na saúde mental, e que os países estavam falhando em combatê-la. A prospecção deste estudo, é que o retardo no tratamento de pessoas em idade ativa pode gerar custo de 16 trilhões de dólares, até 2030. Isso está em linha com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), que divulgou que antes da pandemia os países gastavam menos de 2% de seus orçamentos nacionais de saúde em saúde mental, e em países em desenvolvimento isso pode ser ainda mais preocupante.

No Brasil, em 65% das cidades de pequeno porte, as redes de atenção psicossocial são inexistentes ou insuficientes. Além disso, 77% da população brasileira habita regiões que ofertavam cobertura de saúde mental inferior a 50%. Assim, observa-se que a dificuldade de acesso á um problema histórico que possivelmente foi agravado pelos efeitos da Pandemia. Ainda, de acordo com o estudo da The Lancet, citado anteriormente, a qualidade dos serviços em saúde mental é geralmente pior que a daqueles voltados à saúde física, isso pode ser especialmente problemático em países em desenvolvimento, o que ressalta a urgência de investimento nesta área.

No Dia Mundial da Saúde Mental, 10 de outubro, a Organização Mundial da Saúde sediou, pela primeira vez, um evento online em defesa da saúde mental.  O Grande Evento para a Saúde Mental reuniu líderes mundiais, especialistas em saúde mental e figuras públicas, que se reuniram ao Diretor Geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, para discutir a agenda de saúde mental. Na ocasião foi ressaltada a necessidade de transformar a forma como os formuladores de políticas públicas contemplam a saúde mental, e a urgência na ampliação das estratégias para reduzir a lacuna de tratamento, e consequentemente a carga global de transtornos mentais.

As orientações da OMS reafirmam a importância das ações desenvolvidas pela CAA/RS, e respaldam as estratégias voltadas a saúde mental que vem sendo desenvolvidas pela instituição. Aqui, a saúde mental já é uma prioridade há algum tempo. A CAA/RS foi pioneira em desenvolver o Previne Saúde Mental, programa voltado a saúde mental dos advogados, com foco em quatro eixos: promoção, prevenção, proteção e recuperação da saúde. Quando a pandemia iniciou, já estava disponível uma plataforma para atendimento psicológico online. Logo, enquanto o mundo corria contra o tempo para implementar estratégias de atendimento, a CAA/RS já estava à frente e o número de consultas mensais dava um salto. Isso visa democratizar o acesso a profissionais de saúde mental, contemplando pessoas que residem fora dos centros urbanos e que historicamente tem dificuldade de acesso. Além de facilitar o atendimento, temos realizado ações de informação e sensibilização; e semanalmente disponibilizamos artigos com temas pertinentes à saúde mental dos advogados. Além disso, oferecemos programas de promoção de saúde, pautados na qualidade de vida, por meio de aulas de meditação e exercício físico, em nosso canal no YouTube.

Novas estratégias estao sendo desenvolvidas pela CAA/RS e, em breve, teremos mais novidades. Aguarde!

Felipe Ornell – psicólogo

Claridê Chitolina Taffarel – secretária-geral adjunta da CAA/RS e coordenadora do Previne Saúde Mental

Referências

Fernandes, C. J., Lima, A. F., Oliveira, P. R. S., & Santos, W. S. D. (2020). [Healthcare Coverage Index in the Psychosocial Care Network (iRAPS) as a tool for critical analysis of the Brazilian psychiatric reform]. Cad Saude Publica, 36(4), e00049519.

Ornell, F., Schuch, J. B., Sordi, A. O., & Kessler, F. H. P. (2020). "Pandemic Fear" and COVID-19: Mental Health Burden and Strategies. Revista brasileira de psiquiatria (Sao Paulo, Brazil : 1999), 42(3).

Patel, V., Saxena, S., Lund, C., Thornicroft, G., Baingana, F., Bolton, P., et al. (2018). The Lancet Commission on global mental health and sustainable development. Lancet, 392(10157), 1553-1598.

World Health Organization (WHO) (2020). The impact of COVID-19 on mental, neurological and substance use services. Available from https://www.who.int/publications/i/item/978924012455

World Health Organization (WHO) (2020). World Mental Health Day 2020. Available from https://www.who.int/campaigns/world-mental-health-day/world-mental-health-day-2020

felipe para o site.jpg

Felipe Ornell

Psicólogo clínico, possui Residência em Saúde Mental (ESPRS) e especialização em Dependência Química; Mestre e Doutorando em Psiquiatria e Ciências do Comportamento (UFRGS). Pesquisador no Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas - Hospital de Clínicas de Porto Alegre / Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Editor da Revista Brasileira de Psicoterapia. Professor titular do curso de Psicologia da Faculdade IBGEN, Grupo Uniftec e responsável técnico pelo Previne Saúde Mental.


E-mail: felipeornell@gmail.com
Site: http://lattes.cnpq.br/5402861891632171

Encontre um Conveniado
Publicações Relacionadas
REDE DE
PROFISSIONAIS
COMO FUNCIONA
CAA/RS SAUDEMENTAL
Categorias
SERVIÇOS
BOLETIM INFORMATIVO. CADASTRE-SE!
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Istagram
Facebook
Twitter
Flickr
JORNAL DA ORDEM
Jornal da Ordem
MAPA DO SITE
Abrir

CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DO RIO GRANDE DO SUL

Rua Washington Luiz, 1110, 5º andar - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS | (51) 3287.7498 | presidencia@caars.org.br

Envie uma mensagem    |    Mapa de localização

© Copyright 2021 Caixa de Assistência dos Advogados do Rio Grande do Sul    |    Desenvolvido por Desize